Oceanografia

É a ciência que investiga as características de mares, rios, lagos, oceanos e zonas costeiras sob todos os aspectos, desde sua descrição física até a interpretação dos fenômenos que neles se verificam, além de sua interação com os continentes e com a atmosfera. O oceanógrafo pesquisa os seres animais e vegetais, o ambiente e os processos marinhos. Coleta, analisa e interpreta informações sobre as condições físicas, químicas, biológicas e geológicas dos ambientes aquáticos. Analisa a composição da água de rios, lagunas e estuários e atua em projetos de saneamento de áreas costeiras, monitorando e gerenciando obras e instalações para garantir a preservação ambiental. Desenvolve técnicas de exploração dos recursos naturais e minerais dos mares e avalia os efeitos das atividades humanas sobre o ecossistema, buscando preservar a flora e a fauna oceânica. Também supervisiona o cultivo de organismos aquáticos em cativeiro. Pode atuar tanto no setor público quanto no privado e em ONGs que trabalham diretamente com a questão da preservação ambiental.

Mercado de Trabalho

A prospecção e a exploração dopetróleo na camada do pré-sal no litoral brasileiro devem aquecer o mercadopara o oceanógrafo. Ele é solicitado para realizar estudos sistemáticos nasregiões de exploração. Entre os principais empregadores estão a Petrobras, aMarinha e a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). “O número deconcursos públicos aumentou e cresce a preocupação com o meio ambiente. Issodesenha um quadro favorável para o profissional recém-formado”, afirma oprofessor Luiz Carlos Krug, coordenador do curso de Oceanologia da Furg. Paraentrar nessas empresas, é preciso fazer concurso. O oceanógrafo também tem chancede colocação em indústrias de alimentos e na área de papel e celulose, quebuscam o especialista em preservação ambiental. As melhores oportunidades estãonas consultorias ambientais, que prestam serviços às companhias do setor depetróleo. Há vagas em gestão, gerenciamento de projetos e no desenvolvimento deprogramas de educação ambiental. Alguns exemplos de empregadores são osprojetos Tamar, Peixe-Boi e Baleia Jubarte. A produção de moluscos, como ostrase mexilhões, é outra área promissora. 18.Além disso, o Brasil se tornou um dosmaiores produtores mundiais de camarão de água salgada, e as fazendas marinhaslocalizadas nos estados do Nordeste e do Sul, que estão continuamente seexpandindo, buscam cada vez mais o oceanógrafo. Em Santa Catarina, são fortesas atividades ligadas à pesca e à maricultura. Nas prefeituras de cidadeslitorâneas surgem vagas temporárias e permanentes, por meio de concursospúblicos, para trabalhar em secretarias de Meio Ambiente e cuidar doplanejamento e do uso da zona costeira, especialmente na área de licenciamentoambiental. Os estados que mais requisitam esse profissional são Rio de Janeiro,São Paulo, Santa Catarina, Espírito Santo e Rio Grande do Sul, embora todo opaís, na faixa litorânea, ofereça oportunidades.

Salário inicial: R$ 1.747,83(setor público); fonte: prof. Luiz Carlos Krug, da Furg.

Curso

Prepare-se para muita matemática,física e química, além de biologia e geologia. O aluno estuda ascaracterísticas físicas, químicas, biológicas e geológicas dos oceanos, emdisciplinas como manejo dos recursos vivos, poluição marinha e tecnologia depesca. No fim do curso, navegar é preciso, e você deve ter noção demeteorologia e cartografia. Em algumas escolas, o estágio é recomendado e, emoutras, obrigatório.

Duração média: cinco anos. outro nome: oceanologia.

O que você pode fazer

Gerenciamento de recursos naturais

Desenvolver e aplicar métodos de exploração e beneficiamento de recursos marinhos. Dirigir unidades de preservação ecológica. atuar na conservação de ecossistemas e espécies ameaçadas e a recuperação e manejo de ambientes degradados.

Limnologia

Participar de projetos voltados para a conservação de diferentes ambientes de água doce, como riachos, rios e lagos.

Modelagem e previsões climáticas

Construção e estudo de modelos climáticos.

Preservação ambiental

Elaborar laudos sobre o impacto causado por atividades humanas no ambiente marinho. Estabelecer programas de qualidade ambiental em indústrias.

Pesquisa

Realizar estudos básicos e pesquisa aplicada em áreas como: Oceanografia biológica biodiversidade e ecossistemas marinhos. Oceanografia física Correntes marítimas, marés e fenômenos climáticos. Oceanografia geológica Composição do solo marinho e fenômenos geofísicos.Oceanografia química Composição das águas e recuperação de ambientes aquáticos degradados ou em processo de degradação.

FONTE: Guia do Estudante

1 opinião sobre “Oceanografia”

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s