Rui Barbosa, o “Águia de Haia”

Rui Barbosa nasceu em Salvador, no dia 05 de novembro de 1849 e foi um dos mais importantes homens do século XIX, sendo responsável pela fundação da Academia Brasileira de Letras (ABL).

Breve biografia

Rui Barbosa teve importância em diversas áreas do conhecimento. Orador, jurista, rui barbosajornalista, abolicionista e homem público brasileiro era filho do político e educador João José Barbosa de Oliveira e de Maria Adélia Barbosa de Oliveira. Desde pequeno teve interesse na área de trabalho de seu pai e acabou cursando Direito em Recife, posteriormente, transferindo-se para a tradicional Faculdade de Direito de São Paulo.

Rui Barbosa de Oliveira bacharelou-se em 1870. Ainda em São Paulo, participou, em parceria com Castro Alves, do jornal Ateneu Paulista, sob a gestão de Joaquim Nabuco. Quando se mudou para o Rio de Janeiro, passou a divulgar suas ideias abolicionistas e bastante liberais, como as eleições diretas.

De volta à Bahia, Rui Barbosa tornou-se deputado provincial e reeleito deputado geral nas duas eleições seguintes, participou da reforma eleitoral (1881) e da reforma do ensino (1882-1883). Suas contribuições políticas foram tantas que ele Rui Barbosa se tornou uma referência, sendo convidado para ser ministro do Gabinete Afonso Celso, pouco antes da proclamação da República. Acabou recusando o cargo por ir contra seus ideias. Rui Barbosa era um grande defensor do sistema federativo e apoiou o movimento republicano.

A carreira política na República

Quando o Marechal Deodoro da Fonseca proclamou a República brasileira, em 15 de novembro de 1889, muitas mudanças foram necessárias. Por isso, os militares utilizaram os políticos aliados para estruturar um governo. Desta forma, Rui Barbosa se tornaria o primeiro Ministro da Fazenda da história do Brasil República. No cargo, recorreu à inflação para financiar o crescimento econômico e ajudou na redação da Constituição de 1891.Mais tarde, em 1895, Rui Barbosa seria eleito senador pela Bahia, sendo várias vezes reeleito e ocupando o cargo até a sua morte.

Durante o governo de Rodrigues Alves, Barbosa foi o representante brasileiro na 2ª Conferência de Paz de Haia, realizada na Rússia. Suas ideias eram revolucionárias e enfrentaram preconceitos das chamadas grandes potências. Seu domínio em oratória e sua erudição chamaram a atenção dos demais dirigentes presentes que ouviram sua defesa do princípio da igualdade jurídica das nações soberanas. Por sua participação acabou recebendo a alcunha de “Águia de Haia” e sendo nomeado Presidente de Honra da Primeira Comissão, configurando entre os Sete Sábios de Haia.

Foi também um grande escritor, cujas obras mais importantes foram O Papa e o Concílio, Habeas Corpus, Cartas de Inglaterra, entre outras. Faleceu em 01 de março de 1923, Petrópolis, no estado do Rio de Janeiro.  Seu legado de obras inclui escritos e discursos sobre todas as questões da época. Foi um político radical e de idéias, sob certos ângulos, muito discutíveis como sua oposição a vacinação obrigatória contra a febre amarela e sua criação e aprovação da lei pela eliminação de todos os documentos que registravam a era da escravidão no Brasil.

Confira um documentário do primeiro centenário deste nobre que fez história, produzido pelo Instituto Nacional de Cinema Educativo (INCE):

Parte I

Parte II

Parte III

Parte IV

Fonte: Portal Editora Moderna

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s