Fisioterapia

fisioterapiaÉ o conjunto de técnicas usadas no tratamento e na prevenção de doenças e lesões. O fisioterapeuta previne, diagnostica e trata disfunções do organismo humano causadas por acidentes, má-formação genética ou vício de postura. Para isso, usa métodos como massagem e ginástica, com a finalidade de restaurar e desenvolver a capacidade física e funcional do paciente. Também faz tratamentos à base de água, calor, frio e aparelhos especiais. Além de ajudar na recuperação de pacientes acidentados e portadores de distúrbios neurológicos, cardíacos ou respiratórios, trabalha com idosos, gestantes, crianças e portadores de deficiência física ou mental. Pode atuar em clubes esportivos, hospitais, centros de reabilitação e em clínicas de fisioterapia e ortopedia. Em empresas, trabalha com a prevenção de acidentes de trabalho e com a correção postural dos funcionários. Em escolas, corrige e orienta a postura de crianças, jovens e adultos.

Palavra do Profissional

Não há rotina no trabalho em clínica

“Trabalho em uma clínica de ortopedia e medicina desportiva e atendo pacientes com fratura e lesão muscular, entre outras patologias. Não existe rotina, e tudo depende dos pacientes e da área de atuação. Os atendimentos que faço incluem terapia manual, alongamentos, fortalecimento muscular, caminhada e treino de equilíbrio. Um dos principais desafios é eleger o melhor procedimento para cada situação. Trabalhar diretamente com as pessoas e com as lesões delas exige enorme responsabilidade, pois tentamos trazer de volta um movimento perdido ou tirar a dor que impossibilita a prática de um esporte, por exemplo. Mas, no final, isso é o que mais me motiva, porque não tem coisa melhor do que ver a evolução de um paciente.” Mário Sérgio Bernardino, 23 anos, de São Paulo (SP).

Mercado de Trabalho

A preocupação com a saúde e o bem-estar mantém aquecido o mercado para o fisioterapeuta. Atividades como pilates, a área estética, com tratamentos corporais, e fisioterapia esportiva abrem ainda mais chances de trabalho. Mas o setor que mais demanda profissionais é o hospitalar. Nele, o profissional faz atendimento intensivo a pacientes. Para isso, precisa dominar conhecimentos e técnicas nas áreas respiratória, neurológica e musculoesquelética. “Muitos profissionais também estão abrindo clínicas de fisioterapia ou trabalhando em academias”, diz Carolina Fu, coordenadora do bacharelado em Fisioterapia da USP, de São Paulo.Embora não exista obrigatoriedade, o Programa Saúde da Família em muitos estados brasileiros já tem um fisioterapeuta em suas equipes de atendimento, oque aumenta o número de vagas. Outros nichos como a geriatria e saúde do trabalho também oferecem boas oportunidades. A Região Sudeste concentra o maior número de vagas e os melhores salários, mas a concorrência é grande. Mais fácil é conseguir trabalho no Norte e Nordeste, regiões carentes de profissionais.

Salário inicial: R$ 1.780,00 (30 horas semanais); fonte: Federação Nacional dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais.

Curso

As disciplinas das Ciências Biológicas e da saúde constituem a base do currículo. Assim, espere muita aula de biologia, anatomia, fisiologia, patologia e histologia, principalmente no primeiro dos quatro anos de curso. Você estuda saúde pública, recursos terapêuticos manuais, neurologia, ortopedia e traumatologia. A partir do segundo ano, aumenta a carga de aulas práticas, nas quais se aprendem técnicas de tratamento como a massoterapia (massagem), termoterapia (aplicação de calor ou frio) e hidroterapia (por meio da água). O estágio é obrigatório no último ano e, normalmente, feito em clínicas das próprias faculdades ou em hospitais conveniados. Para concluir o curso, também é obrigatória a elaboração de um trabalho sob orientação de um professor.

Duração média: quatro anos.

O que você pode fazer

Atendimento domiciliarfisioterapia 2

Tratar pacientes que necessitam de cuidados mais intensivos, mas que não tenham indicação para internação hospitalar.

Cardiologia e Pneumologia

cuidar de pacientes nas fases pré e pós-operatória. Prevenir e tratar doenças respiratórias e cardíacas, além de reabilitar doentes, prescrevendo e aplicando exercícios ligados aos aparelhos respiratório e circulatório.

Dermatologia

Aplicar massagens e aparelhos de raios infravermelhos, ultravioleta e laser para reduzir lesões e acelerar a cicatrização de queimaduras e cortes cirúrgicos.

Estética

Aplicar técnicas como massagem em pacientes póscirurgia plástica e pós-cirurgia de recuperação da mama.

Fisioterapia do trabalho

Prevenir e tratar doenças relacionadas com o trabalho, como as lesões causadas por esforço repetitivo (lEr).

Fisioterapia esportiva

Prevenir e reabilitar lesões em atletas e em praticantes de atividades esportivas.

Grupos especiais

Estimular os músculos de quem sofre limitações de movimento, como idosos e portadores de deficiência física.

Indústria de equipamentos

Pesquisar, desenvolver e testar equipamentos para uso em terapia.

Neurologia adulta

Auxiliar na reabilitação dos pacientes que tiveram derrame cerebral, paralisia e traumatismo de coluna e crânio.

Neurologia pediátrica

Auxiliar na reabilitação dos portadores de patologias e síndromes típicas de criança, como paralisia cerebral e síndrome de down.

Ortopedia e Traumatologia

Acelerar a recuperação de movimentos e reduzir dores de pacientes com fraturas, traumas ou luxações. prevenir e reabilitar lesões da coluna vertebral e das articulações causadas por postura incorreta ou esforço repetitivo.

Programa de saúde da Família

Prevenir e tratar doenças e reabilitar pacientes em unidades básicas de saúde e em domicílio.

Terapia intensiva

Tratar pacientes críticos internados em utis, aplicando técnicas para reabilitação respiratória, neurológica e do aparelho musculoesquelético.

Fonte: Guia do Estudante

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s