Enfermagem

enfermagem logoÉ a ciência que se dedica a promover, a manter e a restabelecer a saúde das pessoas. O enfermeiro atua na proteção, na promoção e na recuperação da saúde, bem como na prevenção de doenças. Em hospitais, é indispensável em todos os setores, da UTI à psiquiatria. Ele coleta os dados sobre o estado de saúde do paciente por meio de exames físicos e entrevistas e faz o diagnóstico de enfermagem para estabelecer a conduta a ser seguida. Trabalha em equipe multiprofissional (com médicos, nutricionistas, psicólogos, entre outros). É responsável desde a higiene e a alimentação até a administração de remédios e a prescrição de curativos. A enfermagem não se limita ao trabalho em hospitais e clínicas. Um campo importante é o da saúde coletiva, na qual o profissional atua na promoção da saúde e na prevenção de doenças, realizando também trabalhos educativos na comunidade. O licenciado está apto a ministrar aulas teóricas e práticas em cursos técnicos, sejam de nível médio, seja em escolas profissionalizantes, para formar auxiliares de enfermagem.

Mercado de Trabalho

As escolas de enfermagem formam muitos profissionais a cada ano – o que aumenta a concorrência. “Mas abrem-se novas frentes de trabalho, principalmente na área de saúde da família”, diz Inês Maria Meneses dos Santos, coordenadora do bacharelado na Unirio. No programa do governo federal, cada equipe conta com, no mínimo, um enfermeiro. Em hospitais, em geral, o profissional é contratado como assistente, para depois ocupar o cargo de enfermeiro. Dentre as especializações mais aquecidas estão enfermagem neonatal, cardiologia, nefrologia, emergência e UTI de adultos. Grandes empresas contratam o profissional para atuar na área de saúde do trabalhador e em ambulatórios. Sul e Sudeste concentram os maiores empregadores. Norte e Nordeste são carentes de enfermeiros obstetras. Para o licenciado, a demanda vem,principalmente das escolas profissionalizantes dos grandes centros urbanos.

Salário inicial: R$ 2.200,00 na capital paulista; R$ 2.000,00 nos demais municípios (fonte: Sindicato dos Enfermeiros de São Paulo);

Curso

O início do curso é marcado por disciplinas básicas da área das Ciências Biológicas, administração e fundamentos de psicologia e de sociologia. No segundo ano, o aluno começa a atender pacientes e a cuidar de enfermarias. Na licenciatura, há aulas voltadas para o ensino, como enfermagem e educação e didática. O estágio supervisionado é obrigatório. No fim do curso é exigido trabalho de conclusão. Atenção: UFRJ e UnB oferecem o curso de Enfermagem e Obstetrícia e a Udesc, em Chapecó (SC), ênfase em saúde pública. Uern (RN), Unioeste (PR), UFPB, UFU (MG) e Unifap (AP) oferecem tanto o bacharelado como a licenciatura.

Duração média: quatro anos.

Outros nomes: enf. e obstetrícia; saúde (enf.).

enfermagem2O que você pode fazer

Enfermagem geral

Comandar equipes de técnicos e auxiliares de enfermagem no atendimento a pacientes.

Enfermagem geriátrica

Atender idosos, doentes ou não, em domicílio, casas de repouso, clínicas e hospitais.

Enfermagem médico-cirúrgica

Ministrar cuidados pré e pós-operatórios em prontos-socorros, clínicas e hospitais.

Enfermagem obstétrica

Dar assistência integral a gestantes, parturientes e lactantes, com acompanhamento de pré-natal, realização de exames e auxílio ao médico no parto e no pós-parto. Orientar sobre planejamento familiar.

Enfermagem pediátrica

Acompanhar e avaliar o crescimento e o desenvolvimento da criança. Incentivar o aleitamento materno e orientar os pais quanto às técnicas e aos cuidados com os recém-nascidos.

Enfermagem psiquiátrica

Ajudar no tratamento de pacientes com distúrbios psicológicos.

Enfermagem de resgate

Participar de equipes de salvamento de vítimas de acidentes ou de calamidades públicas.

Enfermagem de saúde pública

Orientar a população sobre a prevenção de doenças e promover a saúde da coletividade. Atender pacientes em hospitais, centros de saúde, creches e escolas. Formar, capacitar e supervisionar os agentes de saúde.

Enfermagem do trabalho

Dar atendimento ambulatorial em empresas e acompanhar programas de prevenção e manutenção da saúde dos funcionários.

Ensino

Orientar projetos de pesquisa e ministrar aulas teóricas e práticas.

Gestão da qualidade

Avaliar e planejar os processos assistenciais com o objetivo de aumentar a segurança dos pacientes.

Gestão de projetos

Administrar e controlar as atividades destinadas a projetos multidisciplinares, como abertura de uma ala hospitalar ou implementação de um novo protocolo em clínicas ou hospitais.

Pesquisa clínica

Planejar, implementar e coordenar projetos de pesquisas clínicas, como o desenvolvimento de drogas e estudos epidemiológicos, em hospitais, institutos de pesquisa e universidades.

Fonte: Guia do estudante

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s