Física

É o estudo da relação entre a matéria e a energia, de suas propriedades e das leis que regem sua interação. O bacharel em Física estuda corpos e fenômenos físicos em todas as escalas – de partículas subatômicas à imensidão do cosmo. Além da pesquisa pura, aplica as leis do mundo físico para a solução de questões práticas e cotidianas. Pode especializar-se em diversas áreas, como acústica, plasma, astrofísica, física nuclear e desenvolvimento de materiais, entre outras. Na indústria, faz experiências e análises para criar e aperfeiçoar materiais tecnológicos, produtos e processos. No mercado financeiro, trabalha com modelos matemáticos para analisar o comportamento das bolsas de valores. Atua ainda na área de física médica, desenvolvendo e aplicando tecnologias e equipamentos nucleares e radioativos para imagem, diagnóstico e tratamento de doenças. O maior campo de trabalho, contudo, é mesmo o ensino. Para dar aulas nos ensinos Fundamental e Médio é preciso cursar licenciatura.

Mercado de Trabalho

Longe de ficar saturada, a áreade ensino ainda é a que mais contrata esse profissional. “A carência na área deensino é muito grande em todos os estados do Brasil”, afirma o professor AvacirCasanova Andrello, coordenador do curso da UEL. Quem tem título de mestre oudoutor pode dar aulas na educação superior ou fazer pesquisa em universidades einstitutos. Mas o mercado tem se expandido pela atuação do físico emindústrias. Na área de física médica, a demanda em radioterapia e medicinanuclear vem aumentando. “Isso porque a Comissão Nacional de Energia Nuclear(Cnen) exige que institutos e clínicas de medicina nuclear tenham um físicoresponsável para realizar o controle de dosagem e a proteção radiológica”, dizAndrello. Hospitais, clínicas, empresas de venda e manutenção de equipamentoseletromédicos são as que mais contratam. Também há procura por parte deinstituições financeiras, editoras de livros didáticos e pelos setores detelecomunicações, metalurgia e petróleo. O profissional é contratado nessasindústrias para trabalhar no desenvolvimento de equipamentos e monitoração. Ademanda está aquecida em todas as regiões do país.

Salário inicial: R$1.187,00 (40 horas semanais para professor da educação básica pública); fonte MEC.

Curso

No início, há muita matemática efísica básica. A partir do terceiro ano, você começa a estudar física avançada,como mecânica quântica, e a aplicar esses conhecimentos nas disciplinasespecíficas, como relatividade e física nuclear. Algumas escolas oferecemespecializações dentro da Física, como Astronomia ou Física Médica. Paralecionar nos ensinos Fundamental e Médio é preciso cursar licenciatura. Para dar aulas no ensino superior épreciso ter pós-graduação. Atenção: a Unicamp oferece licenciatura integrada emquímica/física: o aluno cursa durante três anos matérias generalistas das duasáreas e, depois, opta por uma ou outra (mais dois anos) ou ambas.

Duraçãomédia: quatro anos.

Outros nomes: fís. biol.; fís. de Mat.; fís. Méd.

O que você pode fazer

Acústica e vibração

Desenvolver materiais isolantes e protótipos para as indústrias automobilística, aeronáutica e aeroespacial. Analisar níveis de ruídos em ambientes para monitoração e realizar projetos de melhoria e adequação da legislação vigente.

Biofísica ou física biológica

Estudar os aspectos físicos dos processos biológicos. Realizar simulações de comportamento de moléculas biológicas para entendimento de funcionamento e ação nos meios biológicos.

Ensino

Lecionar nos ensinos fundamental, Médio ou superior. Atuar no desenvolvimento de metodologias de ensino e material didático.

Física ambiental

Estudar propriedades físicas da atmosfera relacionadas com as mudanças climáticas globais provocadas por queimadas e emissão de CFC. Avaliar problemas que têm a ver com degradação de solos, radioatividade em áreas urbanas e ambientes fechados.

Física médica ou biomédica

Desenvolver e aplicar instrumentos e técnicas de diagnóstico e terapia, como radiologia.

Física nuclear

Investigar a origem, evolução e estrutura da matéria nuclear. Pesquisar a aplicação da energia nuclear na produção de energia elétrica.

Instrumentação

Criar equipamentos de precisão.

Magnetismo

Utilizar a força magnética em suas diversas aplicações, como em aparelhos de gravação de dados e sistemas de amortecimento na indústria automobilística.

Materiais

Desenvolver materiais para a indústria, como metálicos eletroeletrônicos, polímeros, cerâmicos, semicondutores e fibras ópticas.

Oceanografia física

Analisar as relações entre o mar, a atmosfera e a terra, do ponto de vista físico.

Óptica

Trabalhar na fabricação e no emprego de lentes e dispositivos, desenvolvendo, por exemplo, equipamentos a laser.

Pesquisa

Elaborar, testar e aplicar teorias científicas nas diversas áreas da física.

Fonte: Guia do Estudante

 

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s