Tags

, , ,

observatório Alto da SéA sensação de estar mais perto do céu é comum em quem passa pelo Alto da Sé, em Olinda. Poucos sabem, porém, que é possível estar ainda mais próximo da abóbada celeste. Um imóvel de 1890 localizado na Rua Bispo Coutinho abriga um dos mais antigos observatórios astronômicos do Brasil. Nele, há três pisos temáticos – Lua, Marte e Universo -, com exposições e telescópio que “transportam” o visitante para perto das estrelas, satélites e planetas.

Nesta quinta-feira, dia em que Olinda completa 480 anos e o Recife chega ao 478º aniversário, o observatório realiza um evento especial, a partir da 0h, quando acontece uma aproximação da Lua com Saturno.

Belle-èpoque

A construção em estilo neoclássico da belle-èpoque, datada de 1896, foi levantada com o objetivo de ser um local para estudos dos astros. Após de um período fechado, foi reaberto em 2004. Hoje, é um observatório didático voltado à popularização do conhecimento astronômico.

LogoSeExposição fixa

A exposição temática A próxima fronteira é permanente e ocupa os três pavimentos do observatório. A primeira etapa fica no térreo e traz informações sobre a Lua. Equipamentos são usados para o público compreender o universo de maneira interativa nesta primeira parte do passeio.

Peso em Marte

O segundo pavimento do imóvel é chamado de Marte, o planeta vermelho. Nele, o público pode verificar, numa balança, quanto pesaria em Marte. De acordo com o coordenador do observatório, Alexandre Evangelista, uma pessoa que pesa 100 kg na Terra pesaria 38 kg em Marte.


Visita monitorada

Uma equipe de monitores orienta a visita e guia telescópios para o céu (observação lunar, planetária, de aglomerados estelares, cometas e outros astros). São dois telescópios no observatório, um de 10 polegadas e outro de 12 polegadas.

Cúpula giratória

Em 2004, na reabertura do observatório, foi instalada uma cúpula giratória metálica no topo do imóvel. O arqueamento é feito de alumínio, para proteger os equipamentos da maresia. Com a abertura da cúpula, é possível ter uma visão de 90°para observação astronômica.

Vista das cidades

Do alto do observatório, é possível visualizar uma das mais belas paisagens de Pernambuco: o encontro das cidades irmãs, Olinda e Recife. Este seria o local onde foi descoberto o cometa Olinda pelo astrônomo francês Emmanuel Liais, em 1860.

Acontecimentos astronômicos em Olinda:

1860
Descoberta do cometa Olinda

1882
Medida da distância Terra-Sol durante o trânsito de Vênus pelo Sol

1890
Construção do Obsertavório Astronômico Alto da Sé

1922
Transformação do observatório em estação climatológica

1960
O observatório é desativado

1968
Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como parte do Sítio Histórico de Olinda

2004
Espaço é reaberto para divulgação da astronomia e ganhou a cúpula metálica

2010
Abertura da exposição permanente “A próxima fronteira”

Fonte: Espaço Ciência

Observatório Astronômico Alto da Sé
Endereço: Rua Bispo Coutinho, s/n, Alto da Sé, Olinda
Horário de funcionamento: de terça-feira a domingo, das 16h às 20h
Entrada gratuita
Telefone: (81) 3183-5531

Texto: Edição do Diário de Pernambuco.