Tags

, , , , ,

consu ufpeQuinta-feira  a UFPE decide se acaba de vez com o vestibular, realizado atualmente em duas fases. Caso isso ocorra, os novos alunos dos cursos de graduação serão selecionados por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação. No Sisu, basta o candidato fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e depois se inscrever no Sisu para concorrer às vagas de todas as 54 universidades brasileiras que, hoje, integram o sistema.

A decisão será tomada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da universidade, numa reunião marcada para 9h na ufpereitoria da UFPE, na Cidade Universitária. A tendência é de que a adesão ao Sisu seja aprovada. O conselho se reuniu na manhã desta terça-feira , quando os conselheiros assistiram a uma apresentação do pró-reitor de graduação da Universidade Federal do Ceará, Custódio Almeida.

No Nordeste, a UFPE é a única federal que não participa totalmente do sistema. Segundo estudo mostrado pelo professor Custódio Almeida, no Nordeste 88,62% dos alunos selecionados pelo Sisu estudam na universidade que fica no mesmo Estado onde residem. Ele também informou que, dos alunos aprovados no Nordeste, 89,27% são da região de origem.

Saiba Mais:

Onde o Sisu é oferecido em Pernambuco*

Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) – 1.330 vagas
Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) – 396 vagas
Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IFSertão) – 247 vagas
Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) – 55 vagas
Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) – 3.240 vagas

*Dados da última seleção do Sisu

sisu enem
Como funciona o Sisu:

Inscrições
Candidatos que fazem o Enem e alcançaram nota superior a zero na redação podem concorrer. Algumas instituições de ensino superior adotam notas mínimas para inscrição em determinados cursos. Caso o candidato não tenha pontos necessários, o sistema emite uma mensagem com esta informação

Seleção
O sistema seleciona automaticamente os candidatos com melhor classificação em cada curso, de acordo com as notas no Enem e possíveis ponderações, como pesos atribuídos às notas ou bônus. Os candidatos são selecionados dentro do número de vagas ofertadas em cada curso e por modalidade de concorrência

Nota de corte
Uma vez por dia, o Sisu calcula a nota de corte (menor nota para ficar entre os potencialmente selecionados) para cada curso com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência

Classificação parcial
Durante o período de inscrição, o estudante pode consultar a classificação parcial, calculada a partir das notas dos candidatos inscritos na mesma opção. Essa é apenas uma referência e pode ser observada pelo estudante durante o período em que o sistema estiver aberto às inscrições

Como é o vestibular da UFPE:

A primeira fase do vestibular da UFPE corresponde ao Exame Nacional do Ensino Médio. A nota da redação do Enem também é usada 

A segunda fase do processo seletivo é realizada pela Covest. Os candidatos fazem duas questões discursivas de português 1 além de duas provas de matérias específicas, que variam de acordo com o curso escolhido

O curso de química é o único com uma terceira fase. Os 60 alunos aprovados para o curso no vestibular passam um semestre tendo aulas de matemática e química. Depois disso, passam por uma nova seleção, onde apenas 20 são aprovados 
 
Fontes: MEC; UFPE; JC Online; Diário de Pernambuco