Tags

, , , , ,

Os WCs só passaram a integrar o corpo das casas no século 17 na Europa. Antes disso, o comum era se aliviar ao ar livre ou em construções comunitárias

Trono caprichado

Foi no Egito, em torno de 2100 a.C., que surgiram as primeiras latrinas usadas por pessoas sentadas, criando um padrão empregado até hoje. Cerca de mil anos depois, habitantes da ilha de Bahrein, no Golfo Pérsico, inventaram um mecanismo pioneiro de descarga hidráulica

Tudo pelo cano

civilização de harappaA civilização de Harappa, que viveu no oeste da Índia por volta de 2500 a.C., já tinha latrinas com água corrente. Elas eram ligadas a canais construídos com tijolos e faziam parte de um sistema sanitário que incluía câmaras e bueiros. Grandes complexos de esgoto seriam feitos nos primeiros anos da era cristã pelos romanos

Ele e Ela

Na Roma Antiga, os banheiros públicos eram frequentados tanto por homens como por mulheres. Só não há registros históricos precisos que apontem se latrinas lado a lado, por exemplo, eram compartilhados por indivíduos de sexo diferente.

Limpeza difícil

Nos banheiros primitivos não havia preocupação em oferecer ao usuário material para higiene íntima.  O jeito era as pessoas se limparem com o que estivesse à mão, como água, grama e até areia! O papel higiênico só seria inventado em 1857, nos Estados Unidos, por Joseph Cayetty.

Coletivão

banheiroEntre os romanos, era costume promover debates, banquetes e encontros cívicos em latrinas coletivas, instaladas em grandes bancadas de pedra. Embaixo delas passavam os canais de água corrente usados para carregar os dejetos até rios.

Banheiro Químico

wcToda desmontável, a cabine tem uma base quadrada de 1,2 m de lado, cerca de 2,3 m de altura e 80 kg. A alma do banheiro químico é a sua caixa de detritos, onde  os usuários descarregam suas necessidades sólidas e líquidas. Ela suporta até 220 litros, mas por medida de segurança, seu uso é dimensionado para entre 100 e 150 litros. Em modelos simples, o conteúdo da caixa de detritos fica visível. Nos vips, há um anteparo, que evita a paisagem desagradável. Depois de fazer o número dois, o usuário aciona com o pé uma bomba de vácuo que suga o líquido da caixa e, com ele, empurra as fezes rumo à mesma caixa de detritos.

Para limpar a cabine, um caminhão com uma bomba de sucção aspira os detritos e despeja-os em uma estação de tratamento.

A sigla WC vem do inglês, "water closet", armário de água, em tradução literal. Trata-se da privada.

Fonte: Almanaque das nojeiras – São Paulo: Abril, 2012.(Mundo Estranho)