Tags

, , , ,

01. No mapa a seguir, você encontrará um mapa no qual se encontra delimitada uma determinada área que vem sendo estudada por sociólogos, geógrafos e economistas, em especial.

 A1

Assinale a alternativa que se refere a essa área.

A) Espaço que será beneficiado pela transposição das águas do rio São Francisco.

B) Área de predomínio do clima BW, segundo a classificação de Koppen.

C) Polígono das Secas.

D) Polígono da influência futura da ferrovia Transnordestina.

E) Espaço ocupado pelas caatingas hiperxerófilas.

 02. As bacias hidrográficas são comandadas pelas condições climáticas, que resultam sempre na determinação do regime fluvial. Quem, por exemplo, vai estudar a hidrografia da Região Nordeste do Brasil, necessita entender bem essas relações. Com relação a esse assunto, observe a foto a seguir:

 A2

Que tipo de regime fluvial a foto retrata?

A) Equatorial.

B) Endorreico.

C) Arreico.

D) Sazonal Intermitente.

E) Cárstico.

 03. Amplas áreas do Brasil, sobretudo na Região Amazônica, apresentam o fenômeno indicado no desenho abaixo:

A3

Na sua opinião, que fenômeno é esse?

A) Precipitações convectivas.

B) Ciclone extratropical.

C) Chuvas orogenéticas.

D) Chuvas frontológicas.

E) Frente oclusa (friagem).

 04. O Brasil é um país com notável potencialidade de recursos minerais, contudo se impõem medidas de proteção ao meio ambiente na operação de empreendimentos minerais. Com relação a esse assunto, analise os itens abaixo:

 1. No caso dos projetos de mineração na Amazônia, a fragilidade do ecossistema equatorial torna a região ainda mais vulnerável, exigindo, assim, cuidados especiais.

2. A atividade de mineração, quando mal conduzida, pode ser geradora de sérios impactos ambientais; a mineração funciona também como um fator de deslocamento de investimentos.

3. A rápida expansão e a acelerada mecanização dos garimpos trouxeram consequências sérias, tais como: conflitos com populações indígenas, mineração desorganizada e degradação ambiental.

4. Os impactos ambientais da atividade garimpeira materializam-se no assoreamento de drenagens naturais, dispersão de mercúrio metálico e disposição indiscriminada de rejeitos.

5. A mineração que é feita próxima das áreas urbanizadas, algo às vezes frequente no país, traz impactos que decorrem de poeira, vibrações no terreno e barulho.

Assinale a alternativa que contém os itens CORRETOS.

A) Apenas 1 e 3.

B) Apenas 2 e 5.

C) Apenas 1, 3 e 5.

D) Apenas 2, 4 e 5.

E) 1, 2, 3, 4 e 5.

05. O mapa a seguir é de grande utilidade para a análise da Geografia do Brasil em vários aspectos. Observe-o atentamente.

A5

A que fato geográfico do país correspondem as áreas brancas nele individualizadas?

A) Grandes áreas falhadas.

B) Espaços ocupados pelas fronteiras agrícolas.

C) Bacias Sedimentares.

D) Escudos do Pré-Cambriano.

E) Áreas utilizadas pelo Sistema de “Plantation”.

 06. No mapa a seguir, delimita-se, aproximadamente, a área ocupada por um importante domínio morfoclimático, indicado por uma seta. Nesse domínio, há um tipo de relevo que se destaca e predomina.

 A6

Assinale-o dentre as figuras esquemáticas a seguir:

 A)A6A

B)A6B

C)A6C

D)A6D

E)A6E

07. Um dos fenômenos climáticos que merece especial atenção, quando se realiza um estudo geoambiental, é a evapotranspiração. Sobre esse assunto, em relação ao Brasil, é CORRETO afirmar que:

A) a evapotranspiração não causa déficit hídrico em áreas de savanas, como no Centro-Oeste.

B) a evapotranspiração proporciona um superávit hídrico anual em áreas deprimidas do interior da Paraíba e de Pernambuco.

C) a evapotranspiração anual excede a precipitação pluvial no ambiente de caatingas hiperxerófilas, dificultando as atividades agrícolas.

D) o aquecimento global tem provocado um considerável decréscimo da evapotranspiração, sobretudo nas regiões costeiras do Litoral Sul do Brasil.

E) a diminuição das florestas de araucárias vem contribuindo para um expressivo acréscimo da evapotranspiração em áreas de campos limpos, ocasionando desequilíbrio ambiental.

 08. Leia, com atenção, o texto a seguir:

“Os desmatamentos da Amazônia para abertura de estradas, exploração agropecuária, grilagem de terras e mineração têm provocado o desaparecimento de grandes extensões de floresta. Como consequência dessa degradação das matas, há perda de parte da biodiversidade, principalmente em relação à fauna.”

(Adaptado da revista Scientific American, Brasil, Amazônia, vol. 2, S/D.)

Sobre os assuntos referidos no texto, analise as afirmativas abaixo:

I. A mineração na Amazônia tem ocorrido de forma predatória e espoliativa, além de provocar desterritorialização de populações tradicionais.

II. A Amazônia brasileira é uma província geológica de grande potencial mineral, tanto pela variedade quanto pela densidade de recursos minerais.

III. Os impactos ambientais do desmatamento na Amazônia brasileira incluem a redução do assoreamento dos grandes rios e da ciclagem de água na região.

IV. Existe uma relação direta entre o desmatamento e as mudanças climáticas, com alterações, inclusive, no regime pluviométrico da Amazônia brasileira.

V. Embora a Floresta Amazônica seja desmatada por inúmeros motivos, a pecuária ainda é a causa predominante. As fazendas de médio e grande porte são responsáveis pela maior parte do desmatamento na região.

 Estão CORRETAS

 A) apenas I e II.

B) apenas I e V.

C) apenas II, III e IV.

D) apenas I, II, IV e V.

E) I, II, III, IV e V.

09. Observe o mapa a seguir e correlacione a coluna da direita com a da esquerda.

A9

(1) Faixa 1 ( ) Clima semiárido com chuvas predominantemente de verão; vegetação de

caatingas.

(2) Faixa 2 ( ) Clima quente e úmido com chuvas de outono-inverno; vegetação de florestas

latifoliadas.

(3) Faixa 3 ( ) Clima local quente e úmido de área serrana; vegetação de florestas latifoliadas.
(4) Faixa 4 ( ) Clima semiárido com chuvas de outono-inverno; vegetação de caatinga hipoxerófila.
(5) Faixa 5 ( ) Clima semiárido com chuvas de verão retardadas para outono; vegetação de caatinga hiperxerófila.

 Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.

A) 4 – 1 – 5 – 2 – 3.

B) 2 – 1 – 5 – 4 – 3.

C) 4 – 1 – 2 – 5 – 3.

D) 1 – 4 – 2 – 3 – 5.

E) 4 – 2 – 5 – 3 – 1.

10. Existe, no mapa a seguir, uma área pontilhada. O que pode CORRETAMENTE ser dito sobre essa área?

A10

 I. Trata-se de uma das maiores regiões alagáveis do mundo, de grande importância para as atividades turísticas, para os pesquisadores e, ainda, para a pecuária bovina.

II. Possui um clima subtropical que favoreceu, consideravelmente, a instalação de complexas atividades agropecuárias, absorvedoras da maior parte da mão de obra local.

III. Alguns dos principais problemas ambientais da região são: a caça indiscriminada, a ocupação das margens dos rios e o fluxo de turismo nem sempre organizado.

IV. O ciclo das águas na região transforma consideravelmente a área, pois, no período de seca, brota a pastagem natural, e, com a chegada das chuvas, formam-se imensas lagoas, com sérias repercussões para as atividades do setor primário.

V. Essa região natural restringe-se ao território brasileiro, mas é constantemente alvo de disputa entre populações de países vizinhos que buscam oportunidades de emprego.

Estão CORRETAS

A) I e II.

B) II, III e V.

C) I, III e IV.

D) II, IV e V.

E) I, II, III e IV.

11. Os moradores das grandes cidades do mundo – principalmente as que se expandem aceleradamente, em países emergentes – enfrentam desafios, como a degradação dos centros, o ar poluído, as enchentes e a falta de lugar para dispor o lixo… Nos próximos 14 anos, 136 novas metrópoles entrarão na lista dos gigantes. Dessas novatas, 100 estarão na China, 13 na Índia e oito na América Latina. Nenhuma das novas é do Brasil. Mas as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, que hoje estão na lista das maiores, deverão permanecer nela, com populações maiores. Em 2025 terão, respectivamente, 21 milhões e 12 milhões de habitantes. Essas megacidades muitas vezes parecem inviáveis. As altas taxas de urbanização trazem pobreza, desemprego, transporte inadequado, proliferação de assentamentos precários e favelas”.

Fonte: Revista Época, junho de 2011. Adaptado.

O texto lido acima revela condições sociais urbanas que se agravam aceleradamente, no mundo todo, principalmente no Brasil. Uma dessas condições é a expansão das cidades dos países denominados emergentes. Sobre estes, é CORRETO afirmar que

 A) possuem uma situação política instável e adotam, como modelo econômico, o centralismo estatal e o planejamento estratégico.

B) apresentam níveis de produção e exportação em crescimento e acatam investimentos de empresas estrangeiras nos diversos setores da economia.

C) revelam considerável aumento das desigualdades sociais, associado à diminuição do Produto Interno Bruto (PIB).

D) investem, cada vez menos, nos mercados de capitais e em setores de infraestrutura, como rodovias, portos, hidrelétricas.

E) reúnem poucas reservas de recursos minerais e possuem mão de obra em pequena quantidade e pouco qualificada.

12. O atual percentual da população urbana e rural em Pernambuco, representado no gráfico a seguir, demonstra uma considerável mudança na condição geográfica desse Estado.

A12

 A análise do gráfico permite afirmar que essa mudança ocorreu com

I. uma estrutura agrária concentradora, associada à expulsão da população rural, que migra para as

cidades em função da ausência de oportunidades no campo.

II. a modernização agrícola, que reduziu o tempo de emprego nesse setor e substituiu o trabalho

permanente pelo trabalho temporário.

III. formas de exploração e uso dos solos que demandam pequenas propriedades e absorvem grande mão de obra durante todo o ano produtivo.

IV. uma produção agrícola tradicional, independentemente das condições naturais, características da Mesorregião do sertão pernambucano.

V. a agricultura canavieira, na Mata pernambucana, que fixou o trabalhador rural no campo, desenvolvendo mecanismos de produtividade no período posterior à moagem e à colheita.

 Está CORRETO o que se afirma em

 A) I e II.

B) II e V.

C) I e IV.

D) I, III e V.

E) I, II e III.

13. Observe atentamente o diagrama a seguir:

INDUSTRIALIZAÇÃO BRASILEIRA

 A13

Acerca do processo apresentado no diagrama, é CORRETO afirmar que

A) houve, como consequência, uma urbanização acelerada e desordenada, associada a uma estrutura social desigual em função da ausência de políticas sociais e econômicas, voltadas à justa distribuição de renda.

B) o Estado brasileiro investiu menos em indústrias de mineração e siderurgia e mais em transportes e demais setores infraestruturais, considerando a política territorial voltada para a descentralização regional.

C) a burguesia industrial, estimulada pelo desenvolvimento de complexos siderúrgicos nos países desenvolvidos, concentrou suas fontes de lucro no setor financeiro para diminuir os prejuízos ocorridos no setor terciário de base latifundiária.

D) a reforma agrária acompanhou o processo de industrialização, porém permaneceu concentrada nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, em razão de parte da aristocracia latifundiária investir em indústrias siderúrgicas.

E) o modelo de industrialização no Brasil, após a Segunda Guerra Mundial, priorizou o setor de exportação para permitir a entrada de capitais estrangeiros por meio de diversas multinacionais ligadas ao setor automobilístico.

 14. Leia o texto a seguir:

A feminização do mercado de trabalho

Desde o início da década de 1990, é possível verificar um aumento significativo na participação das mulheres no mercado de trabalho. Enquanto, em 1995, 54,3% das mulheres de 16 anos ou mais eram economicamente ativas – estavam empregadas ou à procura de emprego -, esse valor alcançou 59,1% da população feminina em 2005, um importante acréscimo, ainda mais quando se pensa que a taxa de atividade masculina apresentou tendência de queda no mesmo período… A ainda persistente divisão sexual do trabalho leva mulheres a ter uma sobrecarga com as obrigações relativas ao trabalho doméstico, de cuidado com a casa e com os filhos. Os dados do IBGE apontam que, enquanto 92% das mulheres ocupadas se dedicam aos afazeres domésticos, uma parcela bastante inferior dos homens (51,6%) encontra-se na mesma situação, o que aponta para uma inegável dupla jornada para a população feminina.

Fonte: IPEA, 2007.

O texto aponta uma transformação sociodemográfica no Brasil, associada, dentre outros, aos seguintes fatores:

I. Redução significativa da fecundidade

II. Menor expectativa de vida das mulheres em relação aos homens

III. Redução do tamanho das famílias

IV. Baixa taxa de envelhecimento da população

V. Aumento da escolaridade feminina

Está CORRETO o que se afirma em

A) I e II.

B) II e V.

C) II e IV.

D) IV e V.

E) I, III e V.

15. Leia a manchete transcrita a seguir:

Governo e MST discutem pauta de reivindicações pela reforma agrária

Jornal Folha Online, 12/08/2009.

Qual dos textos a seguir corresponde especificamente à manchete exibida acima?

A) “O Brasil tem 846 milhões de hectares. A agricultura usa 61 milhões. Outros 196 milhões são pastagens, com 205 milhões de cabeças de gado, o segundo maior rebanho do mundo, atrás apenas da Índia. Temos centenas de milhões de hectares disponíveis para expandir a fronteira agrícola”.

B) “A estrutura produtiva do setor agropecuário é muito heterogênea, contando, por um lado, com forte participação da agricultura familiar e, por outro, com a presença de grandes conglomerados nacionais e estrangeiros que se posicionam entre os maiores do mundo”.

C) “Para a realização da reforma agrária, na prática, os assentamentos têm ocorrido em ritmo lento. A maioria dos proprietários contestava na justiça a desapropriação de suas terras, argumentando que estas não eram improdutivas ou que o preço da indenização não correspondia ao valor de mercado”.

D) “Segundo o censo agropecuário, em 2006, somente 10% dos estabelecimentos agrícolas brasileiros utilizavam trator na preparação dos solos, cultivo ou colheita. As máquinas estavam fortemente concentradas no Centro-Sul, região com a agropecuária mais moderna do país”.

E) “No Brasil, o potencial de crescimento econômico, decorrente do fortalecimento do agronegócio e da agricultura familiar, é muito grande. Além disso, relatórios de vários organismos internacionais apontam que deve haver uma forte demanda mundial por alimentos nos próximos anos e colocam o Brasil como importante fornecedor de grãos”.