Tags

, , , , , ,

Com uma dieta baseada em restos de fezes e cadáveres as noturnas – e abundantes – baratas estão à solta!

Menu caprichado

As cascudas comem de um tudo. No cardápio “baratófilo”, tem espaço para restos de comida animal ou vegetal, carne putrefata e até fezes e cadáveres de outros exemplares na mesma espécie, além de papéis, roupas e madeira. Para encarar isso tudo, elas têm a boca dentada e mandíbula fortes (para o corpo dela).

Baratas podem roer o canto da sua boca ou a cutícula do seus dedos em busca de restos de comida (Por isso a necessidade de sempre lavar as mãos, tomar banho antes de dormir e escovar os dentes – obedeça a sua mãe!)

Rango noturno

Geralmente, as baratas saem pra se alimentar à noite, já que são animais de hábitos noturnos. Com seu par de antenas, sentem cheiros e gostos, enquanto os olhos garantem uma boa visão noturna. As baratas podem ficar até um mês sem se alimentar e vários dias sem beber água.

Onde vive a sujeira

Pode parecer estranho, mas no exterior barata é extremamente limpo.

A sujeira está no seu interior, mais exatamente no sistema digestivo. É lá onde ficam vírus e bactérias, que são expelidos no cocô e podem causar infecções, alergias, verminoses e micoses. Em geral, os lares preferidos desses insetos são os lugares úmidos e de clima polares. A mais comum nas cidades, chamadas baratas “de esgoto” (Periplaneta americana), pode viver por até três anos” Outra espécie que às vezes dá as cartas nos centros urbanos, a “francesinha” ou “alemãzinha” (Blatella germanica) dura pouco mais de um ano.

Há 200 baratas para cada morados na grande São Paulo. No total, a região deve estar infestada por 3,5 bilhões de insetos.

Alguns mitos baratos das comedoras de restos

  • A história de que as baratas sobreviveriam a uma explosão nuclear tem um fundo de verdade: elas aguentam dez vezes mais radiação do que os humanos. Mas, próximas ao centro da explosão, as cascudas morrem desintegradas de qualquer jeito.
  • Sim, elas realmente conseguem viver sem cabeça por até um mês e só batem as patas devido à sede. Como as baratas não respiram pela boca, não morrem por falta de ar e, como têm pouca pressão sanguínea, não morrem de hemorragia.
  • Baratas podem ficar 1 mês sem alimentos e vários dias sem água.
  • Do gênero Megaloblatta, as maiores baratas do mundo têm até 10 centímetros.

Cuidado com o copo de cerveja! Baratas são atraídas pelo cheiro da cevada, principalmente quando a bebida entra em processo de decomposição.

Fonte:Biocontrol

Fonte: Almanaque das nojeiras – São Paulo: Abril, 2012.(Mundo Estranho)