A ginástica olímpica, também muito conhecida como ginástica artística usa em grande parte de seus equipamentos, uniformes e outros, a tecnologia. Mas, os ginastas também passam um pó branco nas mãos e dependendo da modalidade, nos pés para a realização das acrobacias. Este pó é o óxido de magnésio ou carbonato de magnésio, que é utilizado pelos atletas ginastas para que não haja qualquer tipo de escorregão durante sua performance. Esta substância elimina o suor das mãos e faz com que os atletas tenham mais firmeza na hora de segurar objetos. Isso também diminui as chances de uma suposta lesão (pois diminui as chances do ginasta cair e se machucar.

Utilizando o magnésio o rapaz diminui o grip, de tal maneira que ele possa deslizar a mão sobre a barra e executar os movimentos. Se houvesse maior grip não seria possível o deslizamento. Tanto é que mesmo com o magnésio nas mãos, as vezes eles reposicionam, para retirar o grip que ocorreu naquele momento a fins de não impedir o deslizamento das mãos.

O mesmo acontece com os levantadores de peso, onde no movimento de elevação das barras ocorre rotação da mesma nas mãos, portanto há necessidade de reduzir o grip para que a barra rotacione sem “travar” nas mãos. Caso contrário o risco de lesão do atleta é muito superior.

Mas apenas os atletas usam, pois se ele seca o suor das mãos do ginasta, ele também desidrata a pele, e se for usado excessivamente por iniciantes, é possível que haja o famoso descascar da pele (quando ela fica muito ressecada, e “pedacinhos” da pele seca saem por estarem “desidratadas”, podendo manchar a pele).