Tags

, , ,

Abaixo, segue dez dúvidas comuns envolvendo os carregadores que foram esclarecidas pelo professor do departamento de engenharia elétrica da FEI, Antônio Carlos Gianoto.

Uma das dúvidas campeãs: ‘É preciso esperar que a bateria descarregue completamente para ligá-la na tomada?’.

MITO. As baterias de hoje, de íon-lítio, não têm efeito memória. Você pode chegar em casa e conectar notebook, celular e câmera sem problema. Apenas as primeiras baterias, de níquel cádmio, tinham esta problemática.

É possível prolongar a duração das baterias?

VERDADE. No celular, por exemplo, isso acontece desativando o visor colorido, desabilitando o ‘vibracall’ e diminuindo o volume do toque. Em notebooks, programando para que entrem em sistema de baixo consumo após um tempo sem digitar e tirando o brilho máximo da tela.

Baterias perdem a capacidade com o tempo?

VERDADE. Por serem feitas de elementos químicos, existe um desgaste natural. Os aparelhos têm um ícone em que é possível monitorá-lo. Com o tempo, aquela carga que antes chegava a 100%, não chega mais. Haverá um momento em que será necessário trocá-la.

Ligar e desligar os aparelhos muitas vezes faz a bateria acabar mais rápido?

VERDADE. Toda vez que você liga o aparelho, ele tem de se energizar como um todo. Isso consome energia. O ideal, em casos como o do notebook, é deixar em ‘stand by’.

Preciso esperar a carga chegar a 100% antes de tirá-la da tomada?

MITO. Como não existe mais a questão do tempo memória, pode-se fazer a carga parcial sem que existam danos ao aparelho.

A primeira carga precisa levar, no mínimo, 12 horas?

MITO. Uma carga inicial de duas a três horas costuma ser suficiente hoje em dia. Mas pode haver uma pequena variação de aparelho para aparelho ou de marca para marca. Por isso, é importante ler o manual de instruções e respeitar as especificações do fabricante.

Baterias explodem?

VERDADE. Como são feitas de elementos químicos, existem reações. Uma expansão interna de gases, por exemplo, pode incorrer em uma explosão. Por isso, recomenda-se não colocar baterias perto do fogo. O uso de carregadores de segunda linha também pode gerar explosões. Use sempre baterias originais.

Baterias não podem ser descartadas em lixos comuns?

VERDADE. Se não for feita uma coleta seletiva, elas fatalmente acabarão em um aterro sanitário e seus elementos químicos, que são tóxicos, podem poluir solos e lençóis freáticos. Por isso, o descarte deve ser controlado. Procure postos autorizados para descartar baterias em desuso.

As baterias ainda vazam, assim como acontece com as pilhas?

VERDADE. Embora isso raramente ocorra com as novas baterias, componentes podem oxidar e danificar o sistema. Se acontecer, descarte a bateria e leve o equipamento para um técnico avaliar.

Colocar a bateria na geladeira ajuda a recuperar sua energia?

MITO. Ambientes úmidos não são bem-vindos. A entrada de água no sistema provoca curto e dano. Esta história de que geladeira recarrega bateria é mentira. Não existem evidências que comprovem isso. Se acabar a bateria, tire-a do celular e deixe-a em temperatura ambiente. Só isso será suficiente para que você faça mais uma chamada.

 Fonte: http://estilo.br.msn.com/tempodemulher/variedades/fotos.aspx?cp-documentid=33390699