Tags

, , ,

O Ministério da Educação (MEC) resolveu anular mais uma questão  do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para 639 alunos do Colégio Christus de  Fortaleza, Ceará. Agora, são 14 os itens cancelados.

O MEC informou que foram anuladas as seguintes questões do  caderno amarelo do Enem: 25, 29, 33 e 34 (Ciências Humanas), 46, 50, 57 e 87  (Ciências da natureza), 113 (Linguagens) 141, 154, 173 e 180 (Matemática). Essa  sequência de questões é diferente da relação de 13 itens descrita no pedido  inicial do Ministério Público Federal (MPF) no Ceará. O MPF ainda havia  relacionado a questão 32 e não citou os itens 25 e 29.

O procurador Oscar Costa Filho havia pedido o cancelamento de  13 questões para todo o Brasil, o que a Justiça Federal no Ceará acatou. Na  decisão do Tribunal Regional Federal da 5.ª Região, sobre o recurso do MEC,  ficou decidido que a medida ficaria circunscrita ao colégio para casos de  coincidências apuradas pelo ministério,

Por meio da assessoria, o MEC informou que, desde o começo da  investigação dos problemas com o exame, trabalhou com 14 questões suspeitas. No  entendimento do ministério, nove eram idênticas, uma era considerada muito  parecida e outras quatro classificadas como ‘polêmicas’. Preferiu-se, portanto,  pelo cancelamento de todas.

O MEC e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas  Educacionais (Inep), responsável pelo Enem, afirma que os alunos que tiverem as  questões canceladas não terão prejuízo na nota do exame. Isso por causa do  método de Teoria da Resposta ao Item (TRI) adotado pelo Enem.

Histórico. As questões canceladas pelo MEC constavam em caderno  de exercícios distribuído pelo Colégio Christus a alunos dez dias antes do  exame. Ainda no sábado, dia 22 de outubro, primeiro dia do exame, imagens do  caderno e comentários sobre as coincidências começaram a aparecer nas redes  sociais – o caso foi adiantado na internet em reportagem do Estadão.edu.

Investigações apontam que as questões podem ter saído das  provas de pré-teste – por causa da TRI, é necessário pré-testar os itens para  calibrar a dificuldade. O colégio foi uma das instituições que participaram de  uma prova de pré-teste em outubro do ano passado. A Polícia Federal ainda apura  a responsabilidade da escola. / PAULO SALDAÑA

Fonte: O Estadão http://estadao.br.msn.com/ciencia/sobe-para-14-n%c3%bamero-de-itens-do-enem-cancelados-no-cear%c3%a1