Tags

, ,

As inscrições para o vestibular da Universidade Federal de Pernambuco começa no próximo dia 22 de setembro de 2011.

Os feras – que já devem estar inscritos na edição 2011 do Exame Nacional do Ensino Médio para participar do processo de seleção da UFPE – terão até o dia 13 de outubro para acessar o site da Covest (www.covest.com.br) e efetivar seus cadastros. O pagamento da taxa de R$ 95 (noventa e cinco reais) deverá ser efetuada em qualquer agência do Banco do Brasil.

 

As provas da segunda fase vão ocorrer nos dias 27 e 28 de novembro.

Semelhante ao que ocorreu no Vestibular 2011, nem todas as vagas serão colocadas à disposição. Inicialmente estão em disputa 6.492 vagas. Outras 310 vagas, oriundas da segunda entrada do Conjunto Engenharias CTG, serão oferecidas em um vestibular de meio de ano (ou seja, candidatos interessados em graduações que compõem o Conjunto Engenharias CTG só poderão, nesse momento, concorrer às 385 vagas dos cursos de primeira entrada). Juntando os dois vestibulares, a UFPE vai oferecer um total de 6.802 vagas, 102 vagas a mais em relação ao Vestibular 2011, quando foram disponibilizadas 6.700 oportunidades de ingresso universitário (um aumento aproximado de 1,5%).

O aumento na quantidade de vagas foi possível graças à criação do curso de Bacharelado em Educação Física no campus Recife, com 60 novas oportunidades de ingresso universitário. Outras 45 vieram da expansão do quantitativo de vagas da Licenciatura em Educação Física em Vitória de Santo Antão; de 20 novas vagas para o Bacharelado em Sistemas de Informação (Recife), e dez vagas disponibilizadas para o curso de Biblioteconomia (Recife).

Mas também houve diminuições. Licenciatura em Ciências Biológicas, em Vitória, perdeu 15 vagas, enquanto o Bacharelado em Canto ficou com três vagas a menos. A graduação de Gestão da Informação, além de perder 15 vagas, mudou do Grupo 05 (de Comunicação Social e Letras) para o Grupo 01 (de Administração e Ciências Contábeis).

Por falar em mudanças, algumas importantes vão acontecer no processo deste ano. A primeira: a habilitação de Comunicação Social/Rádio e TV muda de nome e agora passa a ser denominada Comunicação Social/Rádio, TV e Internet. A segunda é que os candidatos da Licenciatura em Dança não farão mais o teste de aptidão. Por último, não haverá mais o incentivo social de 5% no argumento de classificação de candidatos oriundos de escolas particulares do interior de Pernambuco.

Inscrições – O processo de inscrição via internet será idêntico ao utilizado nos últimos vestibulares. O candidato terá que fornecer, obrigatoriamente, o seu próprio CPF, e não de familiares, parentes ou amigos. Durante o preenchimento do formulário eletrônico será permitido fazer o upload de uma foto, que será anexada à inscrição. Caso não seja possível fazer o envio do arquivo, ele poderá colar a foto no próprio CCI (Comunicado de Confirmação de Inscrição) que será entregue ao fiscal no primeiro dia de prova.  A impressão do CCI ficará a cargo do fera.

O candidato volta a contar com uma área exclusiva de acesso aos seus dados por meio do site da Covest. Será nessa área, por exemplo, onde ele ficará sabendo se sua inscrição foi validada, se o seu CCI já está disponível, entre outras informações. Esse acesso será possível a partir do login do candidato (que será o seu próprio CPF), e de uma senha a ser criada no ato da inscrição.

Isenção da taxa – O período para solicitar a isenção da taxa de inscrição será entre os dias 22 e 26 de setembro. Para participar, o candidato deve colocar todos os seus dados no formulário de inscrição, e indicar, no campo de isenção, que ele deseja pleitear a dispensa do pagamento da taxa. O passo seguinte é informar o seu NIS (Número de Identificação Social), fornecido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. 

Os beneficiados com a isenção serão conhecidos no dia 03 de outubro. Apenas os que tiverem seus pedidos indeferidos é que deverão imprimir o boleto e realizar o pagamento da taxa ainda dentro do prazo de inscrição do Vestibular UFPE 2012.

Não há um limite pré-definido de quantas isenções serão concedidas.

Primeira e segunda etapas – Após a realização do Exame Nacional do Ensino Médio, as notas dos candidatos nas quatro provas objetivas do Enem serão convertidas para uma escala de zero a dez pontos, somadas e divididas por quatro. Esse desempenho será a nota do fera na primeira fase do Vestibular 2012 e vai corresponder a 50% da sua média final. Os outros 50% serão calculados a partir do desempenho do candidato nas provas da segunda etapa.

Vale lembrar que não vai mais haver prova de Redação na segunda fase, já que será aproveitada a do Enem. Entretanto, para efeito de classificação, essa nota será convertida para uma escala de zero a oito pontos e vai compor parte da nota da prova de Português 1 do candidato na segunda fase. Os outros dois pontos serão das duas questões discursivas.

O Exame Nacional do Ensino Médio será utilizado como fase única somente para o curso de Oceanografia.

Além dos locais tradicionalmente colocados à disposição dos candidatos para eles realizarem suas provas, agora também será possível optar pelo município de Ipojuca.

No primeiro dia da segunda etapa (27/11), todos os candidatos farão a prova de Português 1 (duas questões discursivas), além de outro teste específico (que poderá ser História ou Química). No dia seguinte serão aplicadas as provas de Geografia, Matemática, Física, Língua Estrangeira, Literatura, Biologia, Português 2, Teoria Musical e Geometria Gráfica.

Será eliminado do Vestibular 2012 o candidato que obtiver nota zero ou faltar a qualquer uma das provas da primeira ou da segunda etapas. Também estará fora do processo seletivo o fera que não obtiver desempenho igual ou superior a 2,5 pontos (dois e meio) na Redação após a conversão da nota do Enem.

Classificados – O listão dos classificados deverá ser divulgado até o dia 31 de janeiro de 2012.

 

Fonte: http://www.covest.com.br/default.asp